Sustentabilidade no imobiliário


 

 

É mais do que uma palavra ou uma tendência.

A sustentabilidade é a garantia de melhor qualidade de vida

e passa, também, pela qualidade da sua casa.



 

Mais do que uma tendência, a sustentabilidade é uma necessidade – reduzir a pegada ambiental e contribuir para a saúde do planeta é

garantir que temos melhor qualidade de vida, para nós, para os nossos filhos e para as gerações futuras. E se pensa que a sustentabilidade

se resume a consumir produtos biológicos e ecológicos, ou a poupar nos consumos da água e da luz, desengane-se. A sustentabilidade

está, também, na construção de edifícios mais eficientes, no recurso a tecnologia digital e em práticas de negócio mais transparentes e

justas. 

 


 

A sustentabilidade na construção e nos edifícios

 

Ainda há quem acredite que aplicar os princípios da sustentabilidade à construção de edifícios e cidades sustentáveis (energeticamente

eficientes) encarece a obra e faz disparar o preço dos imóveis. É verdade que no imediato este tipo de edifícios exige maior investimento,

mas a médio e longo prazo o seu impacte positivo é muitíssimo superior ao dos edifícios não sustentáveis.

 

Alias, é logo na obra que se verifica o impacte positivo: há uma gestão eficiente dos recursos, sobretudo dos naturais como a água; há a

preocupação em reduzir desperdícios e tratar dos lixos, reciclando.

 

Depois, a nível de consumos, os edifícios sustentáveis produzem menos gases de efeito de estufa, utilizam recursos renováveis e

conseguem atingir elevados níveis de poupança de energia e água. A nível habitacional traduz-se em melhorias no conforto das

habitações (ex.: conforto térmico, filtragem de águas e do ar) e em economizar nas despesas familiares.

 

 


 

A sustentabilidade no mercado imobiliário

 

Para o mercado imobiliário, os edifícios sustentáveis (apartamentos, moradias) não só contribuem para melhorar o ambiente e a vida das

pessoas (saúde, qualidade de vida), como também para trazer mais valor à economia e de uma forma justa e equilibrada. Porquê?

 

Em primeiro lugar, porque este tipo de edificações está devidamente certificado, portanto, são imóveis com garantia de qualidade. 

E depois, porque apresentam um elevado desempenho ambiental, social e económico real e não baseado em especulação financeira. 

Ao investir numa casa sustentável está a garantir que paga o preço justo.


 



imovendo redesenhou por completo o processo de venda de uma casa em Portugal, com uma forma de trabalhar mais eficiente e

transparente, alavancando uma economia mais sustentável que permite aos proprietários e compradores tomar as decisões certas e

poupar milhares de euros.

 

 

 

Não hesite, comece já a desfrutar das vantagens de trabalhar com a imovendo